Conectar conosco

Educação

Oslo: Aluno esfaqueia colegas em escola

Depois de sete dias do ataque de dois criminosos em escola Suzano em São Paulo, que deixou oito inocentes mortos, entre funcionários e alunos, o mesmo voltou a ocorrer, agora em Oslo, capital da Noruega.

Utilizando uma faca ele agrediu colegas e funcionários da escola, mas nenhum foi ferido gravemente. A polícia ainda não sabe a motivação do ataque. Todos os feridos foram levados para o hospital com ferimentos leves.

É um garoto muito jovem que foi detido. Não posso dizer nada sobre o nível escolar. Ele foi detido dentro da escola”, disse Sven Christian Lie, porta-voz da Polícia de Oslo.

 

 

Continue lendo
Publicidade
clique para comentar

Responda

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Educação

Congresso aprova Fundeb, após ignorância do governo federal

O congresso aprovou ontem o novo Fundeb, que vencia no final do ano, que destina recursos para praticamente todos os setores da educação. Mas, quase como no caso da Reforma Tributária, o fez sozinho já que o governo, de quem é a responsabilidade de uso do fundo, não contribuiu.

O motivo do “desinteresse” do governo se deve principalmente pela atuação [não atuação] do antigo ministro da educação, Weintraub. É um caso, raro, onde devemos agradecer ao congresso por não ser tão inerte.

Continue lendo

Educação

Abraham Weintraub “engole sapo” e vai aceitar “bicho papão” no ministério

Abraham Weintraub está tendo de “engolir um sapo gigante” ao ter de aceitar um indicado do Partido Progressista (sócio do PT no mensalão) e de Bolsonaro no Ministério e, pior, no FNDE, que gere praticamente todo recurso do orçamento destinado à educação.

Weintraub, o Olavista, que trata o comunismo como um “monstro” que bate todo dia à nossas portas ao defender o governo à todo custo com a ameaça do que “eles” [comunistas] querem tomar o poder, está aceitando calado Marcelo Lopes da Ponte, ex-chefe de gabinete do senador Ciro Nogueira. Ao contrário de outros ministros, que não agiam extremadamente, e saíram ao ver que o governo não age de acordo com o que pregava.

Claro, Abraham Weintraub para não perder o cargo no Ministério da Educação vai fazer o que foi MANDADO e ter de engolir seu discurso extremista com a “oposição”, que agora faz parte do governo e de sua pasta e, CLARO TAMBÉM, os bolsonaristas [vulgo gados] vão ignorar o que chamavam de velha política e ver os partidos que saquearam o país ganhando cargos “à rodo” em troca de “Não’s” em pedidos de impeachment.

Continue lendo

Educação

Polêmica: Governo manda analisar questões do ENEM

A pedido do governo federal o INEP criou hoje, 20, uma comissão que vai analisar as questões que vinham sendo aplicadas no ENEM, considerada por muitos pouco acadêmica e mais ideológica.

O grupo terá um prazo de apenas 10 dias para apresentar um relatório, que não será divulgado, e usado pelo governo para decidir sobre a direção que será dada as provas daqui em diante.

Umas das intenções claramente já ditas por Bolsonaro ainda durante a campanha eleitoral é eliminar itens que aborem desnecessariamente a ideologia de gênero, como o texto sobre o tal “dialeto gay” utilizado na última prova aplicada.

 

Continue lendo

Trending